Olá! Que bom que você veio conhecer meu cantinho na blogosfera.

Aqui exponho meus trabalhos confeccionados em diversas técnicas e materiais, mas todos feitos com muito empenho e carinho.
Patchwork, fuxicos, patchcolagem, feltro, peças personalizadas...

Espero que você goste e volte sempre!



Para encomendas, entre em contato através do perfil no facebook.
Pagamento de 30% no ato da encomenda.

lcb1968@gmail.com

Já que você veio até aqui, deixe um recadinho! Vou adorar!
Google Website Translator Gadget

sexta-feira, 25 de março de 2011

SARAU DE POESIA

01/04/2011


Ensinamento


Minha mãe achava estudo
a coisa mais fina do mundo.

Não é
A coisa mais fina do mundo é o sentimento.
Aquele dia de noite, o pai fazendo serão,
ela falou comigo:
"Coitado, até essa hora no serviço pesado".
Arrumou pão e café , deixou tacho no fogo com água quente.
Não me falou em amor.
Essa palavra de luxo.

Adélia Prado





Com licença poética


Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou feia que não possa casar,
acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
— dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade de alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.

Adélia Prado

---------------------------------------------

Casamento


Há mulheres que dizem:
Meu marido, se quiser pescar, pesque,
mas que limpe os peixes.
Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,
ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.
É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,
de vez em quando os cotovelos se esbarram,
ele fala coisas como "este foi difícil"
"prateou no ar dando rabanadas"
e faz o gesto com a mão.


O silêncio de quando nos vimos a primeira vez
atravessa a cozinha como um rio profundo.
Por fim, os peixes na travessa,
vamos dormir.
Coisas prateadas espocam:
somos noivo e noiva.

Adélia Prado

Um comentário:

  1. Mulher adorável, mãe, artista.
    Minha parente "postiça" querida.
    AMEEEEI seus trabalhos!!!
    Que delicadeza, que capricho, que bom gosto.
    Muito SUCESSO,AMOR, SAÚDE e CRIATIVIDADE sempre.

    Art kisses
    Regiane yuki Sabanai

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante para mim! Deixe seu recado!! :))

Quem esteve aqui gostou também de ...